sportingbet

sportingbet - JBS (JBSS3) elege novos membros para Conselho, B3 aprova migração da Kepler Weber (KEPL3) para Novo Mercado e mais

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta sexta-feira (21)

Felipe Moreira

(Shutterstock)

Publicidade

O radar corporativo desta sexta-feira (21) traz a nomeação de Kátia Regina de Abreu Gomes, Cledorvino Belini e Paulo Bernardo Silva como membros independentes do Conselho de Administração da JBS (JBSS3).

A B3 deferiu o pedido de migração da Kepler Weber (KPLE3) para o segmento especial de governança corporativa denominado “Novo Mercado”.

A Itaúsa (ITSA4) aprovou distribuição de JCP no valor de R$ 0,0515 por ação.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Já a Cemig (CMIG4) concluiu aquisição de 51% de SPEs de usinas fotovoltaicas por R$ 47,4 milhões.

A Rede D’Or (RDOR3) anunciou emissão de debêntures no valor de R$ 1 bilhão.

O GPA (PCAR3) rejeitou nova oferta de magnata colombiano por controle do Éxito.

Continua depois da publicidade

Confira mais destaques:

JBS (JBSS3)

Os membros do Conselho de Administração da JBS elegeram Kátia Regina de Abreu Gomes, Cledorvino Belini e Paulo Bernardo Silva como membros independentes do Conselho de Administração para servirem seus mandatos até a próxima Assembleia Geral da Companhia.

Eles substituirão Leila Abraham Loria, Claudia Pimentel Trindade Prates e Estêvão de Almeida Accioly, que renunciaram aos cargos de membros independentes do Conselho de Administração da Companhia em 19 de julho de 2023.

Kepler Weber (KEPL3)

A Kepler Weber (KEPL3) comunicou que, em 19 de julho de 2023, foi deferido pela a B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (B3), o pedido de migração da companhia para o segmento especial de governança corporativa denominado “Novo Mercado”.

Tendo em vista o deferimento de migração da Companhia para o Novo Mercado, as ações ordinárias de emissão da Companhia passarão a ser negociadas no Novo Mercado em 26 de julho de 2023.

Sinqia (SQIA3)

A empresa brasileira de tecnologia Sinqia (SQIA3) assinou acordo para venda da companhia à porto-riquenha Evertec em negócio de cerca de R$ 2,4 bilhões.

A partes concordaram que a integração das atividades será implementada por meio da incorporação da totalidade das ações de emissão da Sinqia pela Evertec. Isso com a atribuição aos acionistas da Sinqia de ações preferenciais mandatoriamente resgatáveis classe A (PNA) e classe B (PNB) da Evertec BR.

A Evertec, listada na Bolsa de Valores de Nova York, se define como uma empresa de tecnologia e processamente de transações, e atua em 26 países da América Latina e Caribe.

Proventos

A Sinqia aprovou a antecipação da data de pagamento dos Juros Sobre o Capital Próprio (JCP) referente ao exercício de 2022 para o dia 31 de julho de 2023.

A distribuição do JCP foi aprovada na Assembleia Geral Ordinária (AGO) realizada em 27 de abril de 2023, no valor de R$ 4.690.007,39, correspondendo a R$ 0,055404594 por ação emitida pela Companhia.

Terão direito ao recebimento do JCP as pessoas inscritas como acionistas da Companhia na data base de 05 de maio de 2023, e o pagamento será realizado em moeda corrente nacional, em parcela única, na data de 31 de julho de 2023.

Azul (AZUL4)

O Conselho de Administração da companhia aérea Azul (AZUL4) aprovou a emissão e colocação no exterior de notes, com cupom de 11.930% por ano e vencimento em 2028, no valor de US$ 800 milhões por sua controlada, a Azul Secured Finance, uma sociedade de responsabilidade limitada de Delaware.

A Azul pretende usar os recursos líquidos para o pagamento de certas dívidas existentes e outras obrigações e também para outros fins corporativos.

“A oferta faz parte do plano de reestruturação abrangente e permanente da empresa para otimizar a estrutura de capital e aumentar a posição de liquidez”, disse a companhia.

Itaúsa (ITSA4)

A Itaúsa (ITSA4) aprovou juros sobre o capital próprio (JCP) no valor bruto de R$ 0,0515 por ação.

O pagamento dos proventos será realizado até 30 de dezembro de 2024.

Os juros terão como base de cálculo a posição acionária final da próxima terça-feira (25).

GPA (PCAR3)

O Conselho de Administração do GPA (PCAR3) decidiu rejeitar a nova oferta não solicitada do magnata colombiano Jaime Gilinski para aquisição parcial das ações detidas pelo GPA na Éxito.

A decisão do colegiado foi unânime e em linha com a recomendação de seus assessores financeiros e legais.

Segundo fato relevante, a oferta apresentada não atende parâmetros adequados de razoabilidade financeira para uma transação visando uma participação de controle e, portanto, não atende o melhor interesse do GPA e de seus acionistas.

Cemig (CMIG4)

A empresa mineira de energia Cemig (CMIG4) adquiriu uma usina fotovoltaica, assim como os 51% restantes em outras três usinas, por um total de R$ 47,4 milhões, informou a companhia.

As quatro usinas estão localizadas em Lavras, Estado de Minas Gerais, e têm 13 megawatt-pico de potência instalada na modalidade de minigeração distribuída compartilhada, disse a Cemig em comunicado.

O negócio foi executado a partir da compra pela subsidiária Cemig SIM de participações em empresas da G2 Energia e Empreendimentos que detêm as usinas.

O negócio vem após, em abril do ano passado, a Cemig anunciar a compra de 49% de participação em seis usinas, quatro da G2 e duas da Apolo Empreendimentos e Energia, por R$ 37,2 milhões.

Além disso, a elétrica informou que sua subsidiária, Cemig Geração, protocolou uma manifestação de interesse para prorrogar a concessão da Usina Hidrelétrica (UHE) Sá Carvalho, além das concessões das UHEs Emborcação e Nova Ponte.

Segundo fato relevante, a manifestação não é vinculante e qualquer decisão somente ocorrerá após a divulgação das condições para a prorrogação das concessões pelo Ministério de Minas e Energia (MME) e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

A UHE Sá Carvalho tem potência instalada de 78 MW, com energia destinada ao serviço público, nos termos do Contrato de Concessão nº 01/2004, com vencimento em 27 de agosto de 2026.

(com Reuters)

sportingbet Mapa do site