sportingbet

sportingbet - Apesar do macro desafiador, Log (LOGG3) aposta no crescimento do e-commerce

Comércio eletrônico no Brasil ainda tem muito espaço para expansão, dizem executivos da Log; companhia busca crescer fora do eixo Rio-São Paulo

Augusto Diniz

Publicidade

Apesar do cenário macro, de taxa de juros alta, a Log Comercial Properties (LOGG3) aposta no crescimento e no desenvolvimento do e-commerce. Conforme Sergio Fischer, CEO da Log, os drives de demanda do setor não devem mudar.

“O e-commerce vai continuar crescendo. Em relação aos países desenvolvidos, o Brasil está muito aquém ainda. Então, isso não deve mudar”, afirmou o executivo nesta quarta-feira (9) em teleconferência com analistas. E afirmou ainda que a demanda cresce fora do eixo Rio-São Paulo “onde a Log está bem posicionada”.

No balanço do quarto trimestre, divulgado na noite desta terça-feira (8) a Log Comercial Properties (LOGG3) informou que obteve um tem lucro líquido de R$ 87,9 milhões, cifra 138,6% maior em comparação ao mesmo período de 2020.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Outro drive de demanda que deve seguir no setor é o Flight to Quality, que é o aumento da demanda por galpões mais modernos. De acordo com o executivo, o e-commerce, independente do cenário macro, a estimativa de crescimento do segmento seguirá em dois dígitos.

Leia também:

“O setor está blindado. O e-commerce está bombando e temos novos BTS em negociação pra player de e-commerce e esperamos assinar contrato ao longo do ano”, acrescentou.

Continua depois da publicidade

A estimativa de crescimento do e-commerce no Brasil para 2022, de acordo com o relatório de divulgação dos resultados da Log referentes ao 4T21, é de 16,5%.

Nesse mesmo documento, no ano passado, a Log apresentou recorde na entrega de empreendimentos. Foram seis projetos em cinco cidades, totalizando 231,1 mil m² de ABL (Área bruta Locável). Até o final de 2022, serão mais 414,4 mil m² de ABL, em seis cidades distintas.

Desinvestimentos da Log

O CEO da Log também comentou sobre desinvestimentos. Ano passado, a LOG fez recorde de desinvestimentos que alcançaram pouco acima de R$ 300 milhões, de acordo com Sergio Fischer.

“A meta é manter o mesmo em 2022”, comentou ele sobre desinvestimentos na teleconferência. Segundo o executivo, existem conversas com interessados e as vendas podem ser tanto de BTS como de parque especulativo.

Os três ativos negociados pela companhia ano passado foram BTS Extrema (MG), Plaza Mirante Sul (SP) e Strip Mall Cabral (MG).

Com relação ao custo de construção, índice importante para o resultado da empresa já que há vários empreendimentos da Log em construção, Sergio Fischer acredita que ele tenha “chegado ao platô”. A tendência, segundo ele, é de alguma queda.

“Tenho visto esse movimento de aço, nas cotações de estrutura metálica. A pressão de custo ficou pra trás”, afirma, ressaltando que a visão é otimista. Custo de construção subiu por volta de 30% entre 12 e 18 meses, de acordo com o executivo.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

sportingbet Mapa do site